Trailers TV Revista de Cinema — 24 abril 2013
Margaret Mee e a Flor da Lua

Margaret Mee e a Flor da Lua é um documentário sobre a vida e obra da pioneira e visionária ilustradora botânica inglesa Margaret Mee, uma das mais importantes artistas do século XX.

Através de seus diários, depoimentos e narração, o filme mostra o amor de Margaret pela natureza e sua militância ecológica e como, com sua arte, alertou para a necessidade de preservação do meio-ambiente e da flora brasileira.

Sobrevivente de uma Europa abalada por duas grandes guerras, a inglesa Margaret Mee (Buckinghamshire, 1909/1988) desembarcou no Brasil em 1952, em São Paulo, mudança que representou um marco divisório em sua vida. À frente do seu tempo, foi uma militante engajada, a última representante de uma série histórica de exploradores do século XX que, vindos da Europa e movidos pelo fascínio, desbravaram e revelaram a grandeza e a diversidade da natureza e do povo brasileiro.

Encantada por uma natureza exuberante e exótica, Margaret Mee logo passa da observação para uma minuciosa representação da flora local, através da técnica de Ilustração Botânica. A artista, inicialmente, começou a pintar as plantas que encontrava em suas caminhadas por São Paulo, inaugurando um estilo original que se consagraria com o tempo, com dupla referência: científica e sensível, hoje de reconhecido valor no mercado de artes mundial.

Com seu espírito aventureiro e desbravador, fez ao todo 15 viagens à Amazônia, realizadas entre os anos de 1956 e 1988, região que conheceu nas mais diversas condições. Com uma aparência frágil, porém obstinada, enfrentou na floresta doenças, falta de alimentos, abandono numa aldeia indígena e ataques de insetos. Em contrapartida, encontrou e pesquisou a flora brasileira, num dos mais belos e variados ecossistemas do planeta.

Reconhecida pelo apuro e delicadeza de suas pinceladas, a ilustradora reproduziu com precisão em lápis e aquarela sobre papel as espécies estudadas e anotadas em seus cadernos de viagem. Sua obsessão era descobrir, registrar minuciosamente as flores de proporções e originalidade inéditas, em cores vivas e intensas.

Margaret Mee morreu no interior da Inglaterra, num acidente de carro, em 1988, aos 79 anos de idade.

Margaret Mee e a Flor da Lua é dirigido por Malu de Martino, que tem na direção os longas de ficção “Como Esquecer” (2010), baseado no romance “Como Esquecer – Anotações Quase Inglesas”, de Myriam Campello, e “Mulheres do Brasil” (2006), inspirado em cinco histórias de escritoras brasileiras, passadas em cinco cidades de diferentes regiões do Brasil.

Relacionados

Compartilhe

(1) Reader Comment

  1. Além de ser um filme muito bonito, com paisagens deslumbrantes, ainda é esclarecedor e engajado! Vale a pena! Tem uma crítica em
    http://www.artigosdecinema.blogspot.com/2013/04/margaret-mee-e-flor-da-lua.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>