Trailers TV Revista de Cinema — 07 fevereiro 2017
Redemoinho
© Walter Carvalho

Diretor das séries Nada Será como Antes e Justiça, José Luiz Villamarim retoma parceria dos sucessos O Canto da Sereia, Amores Roubados e O Rebu com o roteirista George Moura, em Redemoinho, longa de estreia de Villamarim. O filme, que ganhou o Prêmio Especial do Júri Oficial e o de Melhor Ator para Júlio Andrade, no Festival do Rio 2016, estreia dia 9 de fevereiro, em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza, Maceió, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e Teresina. A produção é da Bananeira Filmes (O Palhaço, A Festa da Menina Morta). Globo Filmes, Telecine e Canastra Produções assinam a coprodução e a Vitrine Filmes (Aquarius, O Som ao Redor), a distribuição

O longa mostra o reencontro dos grandes amigos de infância Luzimar (Irandhir Santos) e Gildo (Júlio Andrade), que cresceram juntos em Cataguases, no interior de Minas Gerais, mas ficaram muitos anos afastados. Luzimar trabalha em uma fábrica de tecelagem e nunca saiu de sua cidade. Gildo mora em São Paulo e acredita ter se tornado um homem mais bem sucedido. Na véspera do Natal, Gildo chega à Cataguases para ajudar a mãe, Dona Marta (Cássia Kis), a vender a casa da família. Já Luzimar, casado com Toninha (Dira Paes), por quem é apaixonado, tenta guardar de todos um segredo. Mas a volta do velho amigo pode mudar seus planos e lançá-lo em um arriscado acerto de contas.

Rodado ao longo de dois meses na cidade de Cataguases, na Zona da Mata mineira, a 320 km de Belo Horizonte, Redemoinho conta ainda com as participações de Camilla Amado, Cyria Coentro, Démick Lopes e Inês Peixoto. O filme é baseado no livro Inferno Provisório – O Mundo Inimigo Vol. II, do escritor mineiro Luiz Ruffato. A fotografia é de Walter Carvalho, o mesmo que assinou luz e câmera de O Canto da SereiaAmores Roubados e O Rebu, além de ser responsável pelas imagens de Central do BrasilAmarelo Manga e O Céu de Suely, entre muitos outros. A direção de arte é de Marcos Pedroso (Praia do Futuro, Que Horas Ela Volta?), e a montagem, de Quito Ribeiro (Tim Maia, Bróder!).

Relacionados

Compartilhe

(0) Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>