O 4º Icumam Lab – Laboratório de Fomento à Produção Audiovisual no Centro-Oeste, está com inscrições abertas, até 5 de abril, para as palestras gratuitas que acontecem em Goiânia, no dia 8 de abril, dentro da sua programação. As palestras são abertas ao público e acontecem no Centro Cultural UFG, em Goiânia, das 15h às 21h30, com duas horas para cada tema. Os inscritos antecipadamente têm prioridade na participação e as inscrições podem ser feitas pelo site http://www.icumam.com.br/lab_2017/.

Dos destaques dessa edição, a masterclass com o cineasta Marcelo Gomes, com a palestra “Direção Autoral” (Caso de estudo: “Cinema, Aspirinas e Urubus”). Seu mais novo longa “Joaquim” participou na competição oficial no Festival de Berlim em fevereiro e ele, além disso, traz no currículo produções de sucesso de crítica como “Viajo porque Preciso, Volto porque te Amo”, “Era uma Vez Eu, Verônica” e “O Homem das Multidões”. Durante as duas horas de palestras, ele pretende traçar a relação do diretor e sua criação falando sobre abordagem, narrativa, o ponto de vista do diretor e o conceito e concepção do filme. Trabalha também o os elementos artísticos, a interpretação, a arte e fotografia. Apresentará, como case, detalhes de criação do filme “Cinema, Aspirinas e Urubus”.

A produtora Mariana Brasil e a roteirista Paula Knudsen completam a programação com as palestras “Qual a diferença entre produzir cinema e série de TV?” e “A narrativa serializada”, respectivamente. A roteirista Paula Knudsen questionará o por quê de um projeto ser uma série e não um longa-metragem. O objetivo é explorar as características que determinam a vocação de uma narrativa para ser construída como série

Paula Knudsen abordará conceitos como: o “motor” de uma série, construção de personagens e universos para uma narrativa episódica e também as diferenças entre uma narrativa serializada, procedural, procedural moderna, antologia e minissérie, enquanto Mariana Brasil irá traçar as diferenças entre cinema e série e TV, com foco na produção, independente se é um projeto de ficção, animação ou documentário.

Nesta 4ª edição do evento, os tutores Beth Formaggini, Fernanda de Capua, Mariana Brasil, Rafael Sampaio, Paula Knudsen e Thiago Dottori conduzirão as atividades laboratoriais. Cada um deles representa as mais importantes áreas da cadeia produtiva como direção, roteiro, produção, financiamento e modelos de comercialização. Esse ano, o Laboratório bateu recorde com 57 projetos inscritos, sendo 16 projetos de Goiás, 7 do Mato Grosso, 5 do Mato Grosso do Sul e 26 do Distrito Federal.

Relacionados

Compartilhe

(0) Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>