A ANCINE, durante o mês de agosto, apoiará a participação de cinco obras audiovisuais brasileiras, em quatro festivais internacionais. A ajuda vem do Programa de Apoio à Participação Brasileira em Festivais, Laboratórios e Workshops Internacionais, que concede auxílios diversos dependendo da classificação de cada evento: apoio A – confecção de cópia legendada, envio de cópia e apoio financeiro; B – envio de cópia e apoio financeiro; C – envio de cópia.

Iniciando a programação de eventos, onde estarão presentes os projetos apoiados pela ANCINE, o Festival de Locarno ocorre na cidade suíça, entre os dias 2 e 12 de agosto. A 70ª edição do evento recebe em sua Competição Internacional a coprodução Brasil-França “As Boas Maneiras”, de Juliana Rojas e Marco Dutra, com o apoio do Programa da ANCINE. Dois outros filmes brasileiros também compõem a programação de Locarno: “Severina”, de Felipe Hirsch, está na mostra Cineastas do Presente; e “Era uma Vez Brasília”, de Adirley Queirós, na mostra Sinais de Vida.

DOCTV América Latina, iniciativa do CAACI (Conferência de Autoridades Cinematográficas de Iberoamérica), que busca fomentar a produção e teledifusão de documentários latino-americanos, realiza de 7 a 11 de agosto, na República Dominicana, um workshop de desenvolvimento, para o qual o projeto de doc “No Gargalo do Samba”, de Águeda María Amaral, foi selecionado.

Entre 24 de agosto e 4 de setembro, o Festival de Cinema Mundial de Montreal chega a sua 41ª edição. O evento, que acontece na cidade canadense, conta com a presença do curta “O Mesmo Nada”, de Andrea Prado, em sua Competição Internacional de Curtas-Metragens, e do longa “Altas Expectativas”, de Pedro Antonio e Alvaro Campos, na mostra Foco no Cinema Mundial.

As participações brasileiras apoiadas pela ANCINE em eventos internacionais no mês de agosto se encerram no 74º Festival Internacional de Cinema de Veneza, que vai de 30 de agosto a 9 de setembro, na Itália. Na mostra não competitiva do evento, será exibido o longa “Zama”, coprodução com a Argentina, dirigida por Lucrecia Martel, e na mostra Orizontti será exibido “Invisible”, uma coprodução de Argentina, Brasil, Uruguai, Alemanha e França, dirigida por Pablo Giorgelli.

Relacionados

Compartilhe

(0) Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>