A DBCA (Diretores Brasileiros de Cinema e do Audiovisual), inédita sociedade focada na arrecadação e pagamento de direitos autorais, no Brasil e no exterior, que reúne os 250 mais importantes realizadores do país, participa do 50º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, promovendo a Jornada Internacional de Direitos Autorais do Criador Audiovisual, no dia 20 de setembro, no Museu Nacional da República. Representantes da Argentina, Chile e Colômbia, onde os direitos de remuneração dos diretores e roteiristas audiovisuais foram reconhecidos por leis recentemente aprovadas, se unem a cineastas brasileiros na mesa de debates.

Foi, justamente em 2015, no mesmo Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, que a DBCA anunciou sua criação, com o mote “Alforria para o audiovisual brasileiro”.

O evento reunirá criadores, gestores e advogados da América Latina e do Brasil, para debater os atuais desafios legais e práticos para a gestão coletiva de direitos autorais dos criadores do segmento audiovisual. Componentes da mesa: Luis Mangiavillano (Argentina, diretor executivo da DAC – Diretores Argentinos Cinematográficos), Carlos Bahamóndez (Chile, manager da Diretoria Regional para América Latina e Caribe da CISAC – Confederação Internacional de Sociedades de Autores e Compositores), Mário Mitrotti (Colômbia, presidente da DASC – Directores Audiovisuales de Colômbia), Sylvio Back e Marcílio Moraes (Brasil, respectivamente, presidentes da DCBA – Diretores Brasileiros de Cinema e do Audiovisual e GEDAR – Gestão de Direitos de Autores Roteiristas); Daniel Pitanga (Brasil, Siqueira Castro, Advogados), Sylvia Palma e Ricardo Pinto e Silva (Brasil, respectivamente, secretários gerais da GEDAR e DBCA).

A Jornada Internacional de Direitos Autorais do Criador Audiovisual, aberta ao público, acontecerá entre 14:00 e 18:00, no Auditório 2, do Museu Nacional da República (Setor Cultural Sul – Esplanada dos Ministérios).

Na oportunidade, será divulgado e distribuído o “Caderno do Criador Audiovisual”, escrito e formatado pela Diretoria da DBCA, e cuja segunda edição acaba de vir a lume, trazendo a história dos direitos autorais no Brasil e a importância de seu atual marco civilizatório para todo o segmento audiovisual.

Relacionados

Compartilhe

(0) Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>