Mostra exibe destaques do cinema russo contemporâneo
"Leviatã", de Andrey Zviangintsev

A Caixa Cultural Rio de Janeiro apresenta, de 19 de setembro a 1º de outubro, a mostra inédita Rússia: um Quarto de Século Através do Cinema, que reúne 16 filmes relevantes para a história do cinema russo contemporâneo e para a história da própria Rússia pós-soviética.

Além das exibições, a temporada da mostra no espaço conta com um ciclo de palestras ministradas pelos curadores Maria Vragova e Luiz Gustavo Carvalho e por Andrey Dolin. Andrey é redator chefe da revista A Arte do Cinema, principal publicação russa dedicada à sétima arte e vem ao Brasil especialmente para o evento.

A seleção de filmes abrange produções realizadas entre 1991 e 2017, sendo dividida em ficções e documentários. Um dos destaques é a pequena retrospectiva com a obra de Aleksey German, realizada após a queda da União Soviética, apresentando pela primeira vez aos cariocas os longas Khrustalev, o Carro! (1998) É Difícil Ser um Deus (2013), último trabalho do diretor, que faleceu em 2013. German é considerado, ao lado de Andrey Tarkovsky e Alexander Sokurov, o principal diretor de cinema da segunda metade do século XX, na Rússia.

O público também poderá conferir três estreias em território nacional: Fábrica “Esperança” (2014), de Natália Meshaninova, um dos nomes femininos mais promissores da nova geração de diretores da Rússia; Blues de Grozny (2015), de Nicola Belucci, que retrata a vida na Chechênia contemporânea; e Algo Melhor por Vir (2014), da jovem diretora Hannah Polak. Este último recebeu 23 prêmios em festivais internacionais e aborda a vida de uma família no maior lixão da Europa.

Outro destaque é o filme Sufocamento (2017), de Kantemir Balagov. O filme estreou no Festival de Cannes deste ano, no qual ganhou o prêmio de FIPRESCI Prizena, na categoria Un Certain Regard.

A programação exibirá, ainda, obras que retratam os difíceis anos 90, na Rússia pós-soviética, como Irmão (1996), de Alexey Balabanov, e Periferia (1998), de Piotr Lutsik, além de produções mais contemporâneas, como Leviatã (2015), de Andrey Zviangintsev.

Já o cinema documental apresenta dois títulos do premiado diretor Vitaly Mansky, Relações Próximas (2016) e Sob o Sol (2015), aclamado longa que retrata a vida na Coreia do Norte.

A programação da mostra está disponível em www.caixacultural.gov.br.

 

Mostra Rússia: um Quarto de Século Através do Cinema
Data: de 19 de setembro a 01 de outubro
Local: Caixa Cultural Rio de Janeiro – Cinemas 1 e 2 – Av. Almirante Barroso, 25 – Centro (Metrô e VLT: Estação Carioca) – (21) 3980-3815
Lotação: Cinema 1 – 78 lugares (mais três para cadeirantes) / Cinema 2 – 80 lugares (mais dois para cadeirantes)
Ingressos: R$ 2,00 (inteira) e R$ 1,00 (meia). Além dos casos previstos em lei, clientes Caixa pagam meia
Acesso para pessoas com deficiência

Relacionados

Compartilhe

(0) Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>