Arquivo de 'Críticas de Filmes'

A melancolia do fantástico

A melancolia do fantástico

Se o humor vem como forma de mascarar a densidade e a crueza das dificuldades e dar leveza ao conteúdo, o fantástico funciona como uma metáfora das possibilidades, em "Um Homem Só" [...]

O horror na maternidade e na adoção

O horror na maternidade e na adoção

Em "O Sono da Morte", o comportamento abusivo da mãe torna-se psicótico e obsessivo [...]

“Aquarius”: o choque entre preservação e destruição da memória

“Aquarius”: o choque entre preservação e destruição da memória

Se há uma virtude inegável em Kleber Mendonça, é sua enorme capacidade para intuir o que se passa e expor sua visão de mundo e obra em condições oportunas [...]

Questão social e didatismo

Questão social e didatismo

Em "Que Horas Ela Volta?", imprecisão e o acento caricatural nas situações vividas escamoteia a complexidade das relações sociais sugeridas [...]

Todo custo para se fazer rir em “Chocolate”

Todo custo para se fazer rir em “Chocolate”

Num primeiro momento, a plateia rejeita a novidade, mas logo se percebe que o público passa a reagir positivamente nos momentos em que Footit agride ou humilha Chocolate [...]

Um país nostálgico

Um país nostálgico

Em "Central do Brasil", a busca do pai naquele momento, que remete simbolicamente à busca do país profundo, se confronta hoje com a realidade de um país cindido [...]

Medo invisível

Medo invisível

Há um quê de “O Deserto dos Tártaros”, de Dino Buzzati, e de “O Anjo Exterminador” (1962), de Luis Buñuel, em “Uma Noite em Sampa” [...]

Vaidade em primeiro plano

Vaidade em primeiro plano

O diferencial de “A Vingança Está na Moda” é que o instrumento do qual a protagonista lançará mão para empreender seu dantesco plano de vingança é nada mais nada menos que a cultura da [...]

Ele está de volta, com “A Assassina”

Ele está de volta, com “A Assassina”

Em qualquer cenário, o acordo formal entre os elementos de cena, os atores e o quadro, diz sempre muito mais do que conseguimos captar pelos diálogos [...]

Os Coen, seus heróis e seu duplo movimento

Os Coen, seus heróis e seu duplo movimento

O mundo dos irmãos Coen é o mundo de heróis e vilões do cotidiano, em "Ave, César!" [...]